Leitura do Blog

Com relação a poemas me incomoda um bocado a quebra de linha, principalmente no mobile: quebra o ritmo e a estética da coisa. Sempre tento remediar esse problema. Personalizando a fonte de acordo com a estrutura do poema que escrevo, porém gosto e meu conselho é de lê-los na landscape(visualização modo paisagem). Pra blocos de texto gerais uso a justificação pra manter uma aparência agradável. Nem tudo são flores porém. Reitero a recomendação de leitura na horizontal.

Qual a sua experiência de leitura mobile do blog?

Anúncios

Legado

E assim vão se as horas
Nessa leva vão se dias
O tempo que me leva
Não me traz só alegrias

Por isso teço versos
Alegorias pouco alegres
Anomalias com nomes predefinidos
Histerias eufóricas

E assim a vida segue
A morte no seu encalço
Novo começo a espreita
Conservação de energia

Não é hora pra falar disso?
Não é hora pra calar o grito
Sublinhado ou negrito
Que não faz nenhum som

Faço votos que esses versos
Ecoem no universo
E assim dispersos
Propaguem-se indiscretos
Eternos enquanto durarem

Mas isso é meu ego
Que sufocado toma fôlego novo
E de novo e de novo

Meu legado são meias palavras
Frases desconectadas
Aparentemente não criam nada
Meu legado é meu coração